quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

For me...


Engraçado, eu queria ter mais pique para postar nesse blog, como eu tive aos 18 anos, quando íniciei um blog que durou uns 4 anos e pouco, onde eu postava ideias, ideais, fotos, e por aí vai, era o meu diário virtual. E depois acho que cansei de brincar disso! rs... Cansei da exposição que a internet provoca, e até mesmo em orkut e afins não quis mais expor nada que fosse importante. Quando comecei com esses preparativos de casamento, me vi novamente nesse mundo dos blogs e criei esse que já fez um ano. Mas percebo que não tenho aquele pique, sabe?! É engraçado, as vezes eu penso em postar algo e depois penso novamente, mas pra que, rsrs... como se as coisas não fossem interessantes, ou eu me sentisse meio rídicula, rsrs.... vai entender a cabeça de um ser como eu, hahaha.... melhor nem tentar. Bom... vou seguindo, e prometo me esforçar mais para postar, rs.. afinal quem virou seguidor gostou e merece a dedicação... Vou ficando por essas linhas, e aproveito a deixa para desejar a todos um 2011 MAGNIFICO recheado de coisas boas e super realizações. UM gde bjo!

domingo, 12 de dezembro de 2010

Sapatos

Estava espiando sapatos na net e encontrei a loja Ruth Calçados, http://ruthcalcados.com que fica em Osasco.
Eu não conheço a loja mas ela tem uns sapatos bem legais(pelo o que vi no site), e ainda tem seção para noivas. Eu não quero usar um sapato branco, e ainda nem decidi exatamente a cor que quero, mas ficam aí as fotos de alguns modelos que gostei. E o preço fica numa média de 180,00 reais.



Igreja Linda

Essa é a Capela Regina Mundi, é nesse altar que no dia 20/08/11 estarei eu de noiva me casando com meu amado...


domingo, 5 de dezembro de 2010

Paixão inebriante!


Eu, extremamente apaixonada por Chico, divido hoje com vcs essas palavras tão sabiamente colocadas em forma de poesia, que vira múscia, que vira história, que é beleza e que faz apaixonar.

O que será - A flor da pele (Chico Buarque)

O que será que me dá
Que me bole por dentro, será que me dá
Que brota à flor da pele, será que me dá
E que me sobe às faces e me faz corar
E que me salta os olhos a me atraiçoar
E que me aperta o peito e me faz confessar
O que não tem mais jeito de dissimular
E que nem é direito ninguém recusar
E que me faz mendigo, me faz suplicar
O que não tem medida nem nunca terá
O que não tem remédio nem nunca terá
O que não tem receita...

O que será que será,
Que dá dentro da gente e que não devia
Que desacata a gente, que é revelia
Que é feito uma aguardente que não sacia
Que é feito estar doente de uma folia
Que nem dez mandamentos vão conciliar
Nem todos os ungüentos vão aliviar
Nem todos os quebrantos, toda alquimia
Que nem todos os santos, será que será
O que não tem descanso nem nunca terá
O que não tem cansaço nem nunca terá,
O que não tem limite...

O que será que me dá,
Que me queima por dentro, será que me dá
Que me perturba o sono, será que me dá
Que todos os tremores me vêm agitar
Que todos os ardores me vêm atiçar
Que todos os suores me vêm encharcar
Que todos os meus nervos estão a rogar
Que todos os meus órgãos estão a clamar
E uma aflição medonha me faz implorar
O que não tem vergonha nem nunca terá
O que não tem governo nem nunca terá,
O que não tem juízo...