terça-feira, 12 de julho de 2011

Igreja Hipócrita

Como já disse no post anterior eu remarquei o meu casório e na mesma igreja, e como eu já havia lido na comunidade da Igreja existente no Orkut que o padre havia mudado que o novo chegou com algumas novidades. Até aí ok.....

Então que vem a dúvida cruel, casar na Igreja e aguentar toda a ladainha e o porre que são as regras que eles insistem em ditar, o que eu considero tamanho abuso de poder. Não que eu ache que Regras não devam existir e dessa forma tudo viraria um OBA OBA.... não é isso, mas acho que a "ladainha" realmente poderia ser deixada de lado, deixando tanto desconforto pra lá!

Ou casar no espaço e perder as fotos bonitas que a Igreja contempla, mas em compensação usar a música que eu quiser, fazer os votos da maneira que eu quiser e poraí vai....

Como amo foto fiquei com a Igreja! Sobre as músicas ainda pretendo conversar, e os votos acho que irei refaze-los no salão.... rs....

Não sei se já disse aqui, mas não sou católica, sou espirita.... e quero me casar no catolicismo por achar o templo católico bonito. Adoro arquitetura e isso me inspira.....
Mas ao ler o livrinho fico tão irritada, não me conformo com tamanha caretisse, e que fique aqui CLARO que essa é tão somente a minha opinião, e que a ninguém quero ofender, mesmo porque cada um acredita no quer, e no que lhe convém.

E eu acho sim um absurdo vc não poder usar a música que mais lhe agradar e que lhe trouxer as melhores lembranças. Acho um absurdo além da taxa de uso já cobrada pela igreja vc ter que pagar por cada fornecedor como um dizimo... isso é exploração sim, não existe outro nome... E o pior de tudo nós sem escolha acabamos aceitando essa situação, eu e outro também, uns por isso outros por aquilo, outros por acharem bonito como eu.... e eu me pergunto a religião não deveria ser para todos, livre de ônus, ou qualquer coisa do tipo. Triste dos católicos mais simples e praticantes que queiram se casar na igreja, não poderão, não terão vez, pois a Igreja visa somente os lucros, e não o Sacramento matrimonial tão falado e exaltado com louvor no tal livrinho como sendo uma coisa simples, de alma, coração e espirito,(e por isso nada de músicas disso ou daquilo, nada de decorações exageradas e blá blá blá) e esse é totalmente esquecido na hora de cobrar mais e mais coisas, e nesse momento o tal do Sacramento não passa de sifrões. Isso é hipocrisia nua e crua.

E assim é, e eu participarei disso.... sabe-se lá pq, por blz, por vontade..... mas fica aqui a minha indignação com isso.....

11 comentários:

Chris e Beto disse...

é...desculpa vim aqui em seu canto pra dar minha opinião também.
Mas sou católica e conheço pelo menos um pouco minha fé e minha Igreja. Por isso venho falar.
1 - Para quem vive a fé diariamente consegue entender as regras e detalhes exigidos para a cerimônia. Tem coisas que poderiam ser retiradas sim, mas se são colocadas para cumprirmos e mesmo assim nós optamos por seguir adiante para o sacramento do matrimônio na Igreja, dou o assunto por encerrado. No máximo, se não concordo, converso com pessoas que comungam da mesma fé e com os padres que são meus amigos para externar e ver se tem algo que pode ser mudado, mas nada de ficar cantando aos 4 ventos.(E não te recrimino por ter feito isso, afinal, vc não é católica, mas eu preservo minha Igreja, porque sou Igreja).
2 - Fico triste quando ouço pessoas dizerem o que vc disse aqui: vou casar na Igreja só por causa das fotos ou do sei lá o que, e não pelo principal motivo que é o sacramento, com a benção de Deus através do sacerdote.
3 - Acho que se vc dissesse tudo isso que disse aqui ao padre ele pensará 10 vezes se ainda quererá realizar seu casamento, afinal, vc não crê no sacramento.Por outro lado, acho que ainda assim ele possa realizar pelo fato de a Igreja não poder negar sacramento a ninguém que o peça...
4 - Essa história das taxas são pra manutenção do templo. Vamos lá, hoje em dia as pessoas não contribuem com o dízimo na Igreja católica como outrora, e como é que a Igreja vai pagar a água, energia, zelador, secretária, manutenção diária e lá se vai? Só o dízimo das pessoas que participam ativamente hoje em dia não dá pra arcar, você entende?! Concordo que tem igrejas que abusam, o meu paróco mesmo tem feito de tudo pra reduzir ao máximo as taxas e quer chegar ao dia em que não cobre nada, para isso, faz uma campanha forte para que as pessoas sejam dizimitas fiéis. se o dízimo suprir as necessidades não tem porque cobrar mais taxas. Agora, na atual realidade de contas para pagar que a Igreja tem, a pessoa não participa da comunidade e não contribue com nada, no dia que vai pedir um sacramento também não quer contribuir?! É um caso a se pensar não é?! Mas quanto aos valores cobrados concordo mesmo que não podem ser abusivos.
5- Sobre os católicos mais simples e praticantes que queiram se casar na igreja, saiba que a Igreja olha sim por eles, sou testemunha disso. Cada caso é um caso e para quem não tem condições, uma boa conversa com o padre resolve tudo isso, afinal, para essas pessoas que frequentam a paróquia deles, eles sabem que o importante é o sacramento e com certeza eles não a deixam sem o mesmo por causa de taxas, e outra maneira para quem preza pelo sacramento são os casamentos comunitários.
Eu participarei disso, minhas taxas pelo que vejo serão bem menores que as suas, mas sei da importância delas. Participarei disso com todo o meu coração. Feliz e saltitante! Conto os dias!

Abração, espero não entrar em atrito com vc, apenas, me senti no direito de também expressar minha opinião! : )

Camila e Wellington disse...

Oi Flaviaa...
Te segui aqui no blog, segue eu no meu tbm!
Estou começando agora e quero muito me inturmar com esse mundo de blog e com as noivinhas!

Beijos

Maura disse...

Oi Flavinha... Quem sabe vc não tenta novamente uma negociação com a Igreja quanto às músicas hein?? De repente ambas as partes saem satisfeitas!
Bjos

Talita Uoya disse...

Oi Flávia! Você sumiu mesmo, mas que bom que tudo está resolvido e está de volta!

Infelizmente existem coisas que nos decepcionam no mercado de casamentos, mas enfim... faz parte, respeito sua opinião! Também acho lindo fazer votos! (:

Tem promoção para noivas lá no nosso blog, se quiser participar, se inscreve lá. Beijos!

www.talitauoya.com

Dani disse...

oi querida, td bem?
Acho que tbm existem regras excedentes na Igreja, mas discordo de vc ao casar em uma igreja apenas pelo estilo arquitetônico. Casamento é mto mais que beleza física. Faça sua cerimônia em um clube, ao ar livre sem as regras da chamada "Igreja Hipócrita" na qual vc se refere. Ambas sairão mto mais felizes e satisfeitas. Pense nisso e obrigada pela atenção.

Lippi e Kinha disse...

Olá flor tudo bem com você?
Está rolando um sorteio lá no meu blog de um topo de noivinhos lindos!
Para participar é só clicar no link!
Beijoo e otima semana..
http://umalindapromessa.blogspot.com/2011/06/sorteio-noivinhos-de-madeira.html

Ju Louseiro disse...

Infelizmente muitas coisas que envolvem o meio casamenticio é assim...

Um beijo =)

www.fuxicodenoiva.com.br
http://casamentodossonhos-juefe.blogspot.com

clau disse...

olá, te vi no blog da noiva do helton e vim pra te seguir. me faça uma visita também, acho que como é atriz vai gostar de ler minhas postagens engreçadas..bjos..

cdlmiranda.blogspot.com

Enfim Vamos Casar disse...

Oi Flá,
Qto tempo...
Jura que mudou a data? Caramba... haja ansiedade agora... Olha, me casei em Maio lá na Capela e quanto as músicas, tive em meu repertório algumas músicas como: Forever, do Kiss; Don’t wanna miss a thing, do Aerosmith; Pela luz dos olhos seus, Tom Jobim; Só você, do Fabio Junior (queria algo diferente e animado para sair, rs)... Não tive nenhum problema, mas tb não comuniquei a Capela antes. Contratei o Coral San Petters e eles foram ótimos!
Beijos e BOA SORTE!!!

Nathacha disse...

Adorei os brincos ^^


Estou seguindo o blog ^^

Se puder retribuir, ficarei grata!

By, Nathacha Phatcholly

Lembre-se que o seu comentário é fundamental.

Gláucia disse...

Acredito que se você é espírita deve se casar na religião que escolheu! Casar na igreja católica somente pela arquitetura bonita não é suficiente! o matrimônio, sacramento recebido ao casar na igreja católica, é muito sério e deve ser para quem acredita nele! e já que você tem achado tantos absurdos na igreja católica porque não casa na sua religião, ninguém está te obrigando a casar fora da sua reeligião, está? Ou melhor ainda ninguém da igreja católica foi até a sua casa te convencer de casar no catolicismo, foi? pra mim é incoerente casar num templo do qual não faço parte e não creio na doutrina, o casamento na igreja católica não é teatro! Casa no espiristimo, casa onde você acredita nos preceitos!